Site Meter

segunda-feira, 2 de março de 2009

A Psicologia da Aprendizagem


Para a psicologia, o processo de aprender não está ligado apenas à capacidade que o ser humano tem em desenvolver habilidades para escrever, ler, consertar alguma coisa, dançar e etc. Segundo Bock, Furtado e Teixeira “na Psicologia há diversas possibilidades de aprendizagem, ou seja, há diversos fatores que nos levam a apresentar um comportamento que anteriormente não apresentávamos como o crescimento físico, descobertas, tentativas e erros, ensino, etc.”. São diversas situações que não podem ser englobadas num só conceito.

De acordo com Bock, Furtado e Teixeira, “existe um número bastante grande de teorias da aprendizagem. Essas teorias poderiam ser genericamente reunidas em duas categorias: as teorias do condicionamento e as teorias cognitivistas”.

Na teoria do condicionamento estão as teorias que definem a aprendizagem pelas suas conseqüências comportamentais e enfatizam as condições ambientais como forças propulsoras da aprendizagem, sendo que está é uma conexão entre o estímulo e a resposta.

As teorias cognitivas definem a aprendizagem como um processo de relação do sujeito com o mundo externo e que tem conseqüências no plano de organização interna do conhecimento.

A teoria de Vygotsky traz uma discussão sobre o processo de formação de conceitos. Para Vygotsky, os fenômenos ocorridos com o ser humano em seu desenvolvimento, devem ser estudados em movimento e como em permanente transformação, as mudanças que ocorrem em cada um de nós têm sua raiz na sociedade e na cultura.

Para Vygotsky o desenvolvimento do homem está totalmente ligado a história da sociedade, pois, o bebê, ao obter o primeiro contato com sua mãe já começa a dar os primeiros passos em direção ao seu aprendizado. É a partir da relação com o outro ser humano que o bebê começa a adquirir seus primeiros conhecimentos em relação ao mundo, aprende a se comunicar através das interações com os adultos. Inicialmente o contato estabelecido é apenas com a família, onde aprende sobre valores culturais e o básico sobre como viver no mundo, depois, quando passa a estabelecer contato com outras pessoas que não são da família, como na escola, por exemplo, a criança começa e assimilar outros diversos conhecimentos de estrema importância para seu futuro. Ou seja, é através do contato com os adultos que os processos psicológicos mais complexos vão tomando forma, isso ocorre tanto de forma interpsíquica, onde o sujeito partilha seus conhecimentos com as pessoas, quanto intrapsíquicos, realizados pelo próprio sujeito, após já ter obtido certa maturidade. Vygotsky, em sua teoria defende a formação dos conceitos cotidianos, os quais concretizam suas concepções sobre o processo de desenvolvimento psicológico; e conceitos científicos, que trazem as idéias gerais acerca do desenvolvimento humano.

Bibliografia:

BOCK, Ana M. B., FURTADO, O., TEIXEIRA, M. de L. T.; Psicologias: Uma introdução ao estudo de psicologia. Pág. 98-110. , 13 ed., São Paulo, Saraiva, 2002.

TAILLE, Yves de L., OLIVEIRA, M. K., DANTAS, H., Piaget, Vygotsky, Wallon: Teorias psicogenéticas em discussão. Pág. 23-36, São Paulo, ed. Summus, 1992

Fonte: Euniverso

0 comentários:

Meus Artigos no Artigonal - Visite e Confira!

Psicologaram

Perfil

Minha foto
Nuccia Gaigher
"É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo." Clarice Lispector
Visualizar meu perfil completo

psicologados

Crimes na Internet? Denuncie!
Visando alcançar os objetivos do milênio:

Sign by Danasoft

  © Blogger templates The Professional Template by Ourblogtemplates.com 2008

Volte ao Topo AQUI