Site Meter

terça-feira, 30 de junho de 2009

MulheresTarjadas

Cada vez mais tristes e esgotadas, elas procuram conforto nos antidepressivos, consumidos em grande escala pelas brasileiras

Você já tomou seu antidepressivo hoje? Se você é mulher e respondeu sim, está dentro das estatísticas, que revelam: 70% desses medicamentos vendidos no Brasil são consumidos pelo público feminino. De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), de janeiro a dezembro de 2007, foram comercializadas mais de 24 milhões de unidades de antidepressivos, diante de quase 17 milhões em 2003, uma alta de 43% em quatro anos.


A pressão por estar sempre feliz da vida, com um sorriso no rosto, ser bem-sucedida, magra e jovem tem congelado o mundo emocional das mulheres, como apontam os especialistas: "No mundo contemporâneo, de alguma maneira, há uma camuflagem da dor, da angústia e dos medos. O compromisso é com a felicidade on-line, ligada em 220 volts. Quando a gente pensa nessa farsa, surge o medo de não ser aceita, de dizer que está triste, que não está dando conta, de ser isolada e rejeitada. Então, ficamos siliconadas internamente", diz a psicóloga e diretora da Clínica do Feminino, Marisa Sanábria.


O médico psiquiatra Aloísio Andrade, por sua vez, mostra que há uma sobrecarga do papel feminino na família e na sociedade. "Elas têm desempenhado um papel de dublê. Ao mesmo tempo, são cuidadoras e guerreiras, o que leva a um desgaste, a uma desvitalização até física, à sensação de falta de forças, de incapacidade para cumprir todas as suas funções."


Ele aponta a diferença entre depressão e angústia existencial. Enquanto a primeira é considerada como doença, a angústia tem a ver com o sentido da vida, a razão de ser, entre outros questionamentos. "Mas essa sensação de desconforto é que nos leva a buscar novos sentidos para a própria vida. Nestes momentos, não devemos anestesiar esse incômodo, porque ele é que nos faz buscar novas motivações para a vida", diz Aloísio.


Déa Januzzi

Fonte: Saúde Plena

1 comentários:

ivandro 2 de julho de 2009 10:31  

O ser humano em si vive sempre insadisfeito e quanta mais coisas vai adquirindo tanto as materiais como as sentimentais isso leva a um vazio que leva ao tedio,depressão,é busca por medicamentos,drogas e bebidas fugas para nossos medos ainteriores.

Meus Artigos no Artigonal - Visite e Confira!

Psicologaram

Perfil

Minha foto
Nuccia Gaigher
"É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo." Clarice Lispector
Visualizar meu perfil completo

psicologados

Crimes na Internet? Denuncie!
Visando alcançar os objetivos do milênio:

Sign by Danasoft

  © Blogger templates The Professional Template by Ourblogtemplates.com 2008

Volte ao Topo AQUI