Site Meter

sexta-feira, 11 de abril de 2008

Meu Primeiro Estágio...

Hoje quero compartilhar um momento especial na minha vida acadêmica. Estamos no 4° período do curso de Psicologia e passamos atualmente por um estágio onde vamos a campo linkar teoria com a prática. Bom, cada equipe passou a se dedicar a um grupo específico: ambiente escolar, clínica de recuperação para drogaditos, instituição para portadores de deficiência física e/ou mental e instituição asilar.

Minha equipe focou neste último e eu lhes digo que é uma experiência extraordinária estar em campo, no contato com outras pessoas com um olhar que vai além do “senso comum” que já não nos pertence mais. Já dizia Einstein, "A mente que se abre a uma nova idéia jamais voltará ao seu tamanho original.", portanto, a Núccia de hoje não é mais a mesma de dois anos atrás, e digo isso sem nenhum saudosismo pois sinto que acrescentei-me mais como ser humano, como mãe, esposa e mulher desde o meu ingresso nessa jornada acadêmica.
Mas voltando ao estágio, que conta com a supervisão de uma profissional excepcional que é a Maria Luisa Medeiros, neuropsicóloga e cientista neste mesmo campo, foi um começo bem complexo até mesmo pela nossa inexperiência. Após nosso primeiro contato com a instituição veio a tarefa da escolha de um residente que nos auxiliaria em nosso projeto de pesquisa que é o objetivo deste estágio, desta disciplina. A residente definida pela equipe não possuía nenhum diagnóstico médico/psiquiátrico definitivo mas nós encaramos o desafio.
Logo após a aplicação dos primeiros testes psicológicos percebemos um quadro que sugeria presença de demência por doença de Alzheimer. Pronto! Aí foi aquela correria com novas entrevistas, visitas, novos testes a fim de fazer uma averiguação mais detalhada para ter um possível diagnóstico. Calma!, ainda não estamos enlouquecidos!, tudo isso é um estudo, uma experiência e temos ciência de que não nos cabe diagnosticar quem quer que seja pois ainda estamos em processo de formação acadêmica, mas o objetivo é justamente sentir o papel do psicólogo em seu campo de trabalho.
Este estágio conseguiu me deixar ainda mais encantada pelo ser humano e sua máquina chamada mente. Confesso a vocês que estou esgotada,exausta físico e mentalmente pois quem já passou pela experiência de uma faculdade sabe como é difícil a conciliação da vida pessoal, profissional e acadêmica, mas digo a vocês VALE MUITO A PENA!,eu não trocaria tudo que estou experienciando por nada neste mundo!...
Agradeço à equipe pela dedicação, pela união, esforço e paciência pois nem sempre consegui conciliar os momentos, as necessidades, mas o apoio e compreensão de vocês é que alimenta minha vontade de prosseguir. Lidi, Dani, Lu e Marcos que continuemos recebendo esta força Superior que nos impulsiona sempre em frente. Obrigada pelo carinho de sempre.
E você que está trilhando sua jornada, nunca desista da caminhada, prossiga sempre em frente apesar dos obstáculos e confie em você!

0 comentários:

Meus Artigos no Artigonal - Visite e Confira!

Psicologaram

Perfil

Minha foto
Nuccia Gaigher
"É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo." Clarice Lispector
Visualizar meu perfil completo

psicologados

Crimes na Internet? Denuncie!
Visando alcançar os objetivos do milênio:

Sign by Danasoft

  © Blogger templates The Professional Template by Ourblogtemplates.com 2008

Volte ao Topo AQUI